Notícia

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo
Terça, 03 Setembro 2019 17:37
IDEALIZE

Com apoio do Governo do Estado, microempresa alagoana expande negócios

Empreendimento foi beneficiado com microcrédito na última edição do projeto Idealize, realizada em maio deste ano.

Empresa Pallet Maceió realizou um processo de expansão que envolveu a aquisição de um novo espaço, compra de equipamentos e contratação de novos funcionários. Empresa Pallet Maceió realizou um processo de expansão que envolveu a aquisição de um novo espaço, compra de equipamentos e contratação de novos funcionários. Kaio Fragoso
Texto de Rhayller Peixoto

Incentivar o micro e pequeno negócio é uma das premissas mais importantes para promover o avanço da economia local. Pensando nisso, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), atua por meio de projetos como o Idealize, voltado para o fomento do empreendedorismo com palestras, trocas de experiências e parcerias, como a concessão de microcréditos junto a Desenvolve. O resultado são histórias como as do Bruno de Lucas, que já colhe os frutos em seu negócio.

Contemplada com nove mil reais na última edição do programa, realizada em maio deste ano, a empresa Pallet Maceió realizou um processo de expansão que envolveu a aquisição de um novo espaço, compra de equipamentos e contratação de novos funcionários. Anteriormente, apenas uma pessoa trabalhava no empreendimento, hoje esse número aumentou para quatro, transformando a legenda de Microempreendedor Individual (MEI) para Microempresa (ME).

Empresa Pallet Maceió realizou um processo de expansão que envolveu a aquisição de um novo espaço, compra de equipamentos e contratação de novos funcionários. (Foto: Kaio Fragoso)

Empresário há três anos, Bruno de Lucas conta que a empresa surgiu a partir da ideia de fazer uma jardineira de pallets. Percebendo a destreza que tinha em trabalhar com a madeira, investiu no hobbie e passou a encarar com seriedade o ofício, que hoje emprega seis pessoas. “Há algum tempo eu já pesquisava sobre como conseguir um financiamento com o poder público. Procurava um financiador com juros baixos, o que era difícil conseguir pelos bancos privados. O Governo do Estado me possibilitou uma linha de crédito com parcelas favoráveis para empresas de pequeno porte, e com um prazo de dois meses para o início do pagamento. Foi a oportunidade ideal”, conta.   

O primeiro reflexo da melhora foi a expansão do espaço. Bruno conta que no antigo local de trabalho eram confeccionadas apenas peças menores. Agora, em local favorável à demanda que recebem, a produção aumentou e consequentemente os preços dos produtos baixaram.

 Empresa Pallet Maceió realizou um processo de expansão que envolveu a aquisição de um novo espaço, compra de equipamentos e contratação de novos funcionários. (Foto: Kaio Fragoso)

Outro aspecto importante foi a possibilidade de um crescimento efetivo comercial. O Pallet Maceió tem ganhado espaço dentro e fora do estado, atendendo a estados vizinhos como Pernambuco e Sergipe e também de outras regiões como  Minas Gerais. “Sonhei muito alto desde o início da Pallet Maceió. Hoje, passamos a trabalhar com o atacado, que aumenta nossa produtividade e alcance pelo país na parceria com as multinacionais do ramo. Isso faz com que a empresa tenha rotatividade, assegurando meu quadro de funcionários e acelerando nossa produtividade que procura sempre oferecer o melhor ao cliente”, finaliza o microempresário. 

Idealize

Com o objetivo de promover a troca de experiências, conhecimento, inovação, negócios e networking, o Idealize  tem como base a filosofia adotada pelo projeto "Em Ação", desenvolvido em todo o Estado de Alagoas e iniciado em 2015 pela Sedetur. A concessão de crédito foi uma das novidades do projeto, facilitando o contato entre os interessados e a agência de fomento Desenvolve. Mediante a análise, é fornecido ao empreendedor créditos de até 15 mil reais com juros abaixo do mercado. 

A supervisora de cooperativismo e associativismo da Sedetur, Bruna Pedrosa, avalia como positiva a participação de microempresários no Idealize.“O nosso objetivo foi alcançado com a última edição, onde o projeto fez a ponte entre o público participante e as instituições parceiras. Além de capacitações e orientação empresarial foram concedidos microcréditos, que possibilitaram a aceleração em larga escala para negócios alagoanos promissores. Observar que os resultados foram satisfatórios dão a sensação de dever cumprido já que o ponto principal do Programa é o fomento dos micros e pequenos negócios locais e fortalecimento da cultura empreendedora no estado", ressaltou Bruna Pedrosa.