Notícia

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo
Quinta, 22 Março 2018 13:42
CRESCIMENTO

Fluxo de passageiros cresce quase 12% no Zumbi dos Palmares em fevereiro

Números da Infraero revelam também crescimento de 6,85% no acumulado do ano de 2018

O turismo já é considerado o segundo segmento econômico que mais gera emprego em Alagoas O turismo já é considerado o segundo segmento econômico que mais gera emprego em Alagoas Thiago Tarelli
Texto de Thiago Tarelli

A movimentação de turistas em Alagoas durante um dos principais meses da alta temporada 2018 foi grande. Prova disso é o dado da Infraero que revelou que o fluxo total de passageiros no Aeroporto Zumbi dos Palmares, localizado na região metropolitana de Maceió, cresceu 11,71% no mês de fevereiro, no comparativo com o mesmo período do ano passado.

Segundo a Infraero, passaram pelo Zumbi dos Palmares, considerado a principal porta de entrada para turistas no Estado, mais de 173 mil pessoas em fevereiro deste ano. No ano passado, esse número foi de pouco mais de 154 mil.

Já com relação ao acumulado do ano, o fluxo de passageiros também subiu. Em 2017, nos dois primeiros meses do ano, pouco mais de 390 mil pessoas passaram pelo aeroporto. Neste ano, no mesmo período, o número subiu para mais de 417 mil, representando 6,85% de aumento do índice, aproximadamente.

Os bons resultados têm ligação direta com a expansão da malha aérea e da rede hoteleira alagoana que, somente em 2018, já ganhou três novos hotéis. O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), contribui de forma decisiva para estes números, concedendo incentivos, como a redução do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o QAV, combustível para avião de 17% para 12%.

Com a redução do imposto sobre a aviação, as companhias aéreas fornecem mais voos ao Destino Alagoas, tendo em vista que a medida barateia o custo das empresas com a operação.

Já contam com este benefício importantes companhias como Gol, Azul e LATAM. Além disso, o Estado atrai novos empreendimentos hoteleiros com o Prodesin (Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado), que concede incentivo fiscal ao empreendedor que investe em Alagoas.

O turismo já é considerado o segundo segmento econômico que mais gera emprego em Alagoas e caminha em direção à liderança, segundo o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

“A cadeia produtiva do turismo só cresce nos últimos anos em Alagoas. Isso é fruto de um trabalho do Governo, que deu um fôlego fiscal maior ao Estado, o que permite investir mais em concessão de benefícios essenciais para atração de novos investidores. O crescimento do fluxo garante as boas médias de ocupação hoteleira em nosso Destino, que, agora, conta um leque maior de opções aos viajantes. Com mais gente vindo, os hotéis se mantém cheios, garantindo uma boa receita e fomentando a geração de emprego e renda no Estado”, explica o secretário Rafael Brito.